SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue1Susceptibility of Cerotoma arcuata Olivier (Coleoptera: Chrysomelidae) larvae to Beauveria bassiana (Bals.) Vuillemin, Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin and Bacillus thuringiensis BerlinerRelation between meteorological variables and the industrial quality of the wheat author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

TIAGO, Patrícia Vieira  and  SILVA, Ricardo José da. Atividade proteolítica de isolados de Metarhizium anisopliae sobre substratos cuticulares e não-cuticulares. Cienc. Rural [online]. 2007, vol.37, n.1, pp. 26-30. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782007000100005.

Cigarrinhas são as principais pragas da pastagem e da cana-de-açúcar, destacando-se os gêneros Deois e Mahanarva. Essas pragas vêm causando sérios danos a estas culturas na região de Tangará da Serra, MT, Brasil. O fungo Metarhizium anisopliae é considerado um eficiente agente para o controle biológico de insetos, possuindo vários fatores de virulência, incluindo a produção de proteases, consideradas fundamentais no processo de penetração através da cutícula do inseto. Este trabalho tem como objetivos analisar a produção de proteases extracelulares a partir de isolados de M. anisopliae, utilizando substratos cuticulares e não-cuticulares, e verificar a influência desses substratos na expressão dessas enzimas. Foram utilizados 4 isolados de M. anisopliae obtidos na região de Tangará da Serra e o isolado R3 BB 40, empregado para o controle biológico das cigarrinhas da cana-de-açúcar pelas Usinas Itamarati (Nova Olímpia / MT). A atividade enzimática foi determinada através do Índice de Relação Enzimática (IRE) em Meio Mínimo (MM), sem glicose, acrescido de caseína, gelatina e cutícula de adultos de Mahanarva fimbriolata e Deois flavopicta. Os isolados UNEMAT 03, UNEMAT 04, UNEMAT 05, UNEMAT 06 e R3-BB-40 apresentaram valores de IRE que variaram de 1,82 ± 0,062 a 2,16 ± 0,027 frente ao substrato gelatina e de 1,60 ± 0,076 a 2,08 ± 0,063 em caseína. Para os substratos cuticulares, houve crescimento das colônias, porém não apresentaram revelação de halo (IRE.= 1). Todos os isolados apresentaram IRE frente ao substrato gelatina>caseína>cutícula, destacando-se os isolados R3-BB-40 e UNEMAT 05. Existe uma variabilidade genética entre os isolados quanto à produção de proteases extracelulares e, sob tais condições, as cutículas não demonstraram ser substrato adequado para a detecção de atividade proteolítica.

Keywords : fungos entomopatogênicos; proteases; Mahanarva fimbriolata; Deois flavopicta.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese