SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número6Relação treonina: lisina para leitões de 6 a 11kg de peso vivo em rações formuladas com base no conceito de proteína idealRespostas de frangos de corte fêmeas de duas linhagens a dietas com diferentes perfis protéicos ideais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478

Resumo

MACARI, Stefani et al. Comportamento ingestivo diurno de novilhas de corte recebendo níveis de suplemento. Cienc. Rural [online]. 2007, vol.37, n.6, pp. 1746-1752. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782007000600038.

Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a composição botânica da pastagem e o comportamento ingestivo diurno de bezerras de corte recebendo diferentes níveis de suplemento. Os animais foram mantidos em pastagem de aveia preta (Avena strigosa Schreb.) e azevém (Lolium multiflorum Lam.), recebendo ração comercial nos níveis de 0; 0,3; 0,6 e 0,9% do peso vivo (PV). Em quatro datas, foram registradas as atividades diurnas de pastejo, ruminação, ócio, número de visitas e tempo de permanência no cocho e taxa de bocadas. Com aumento dos níveis de suplemento, houve redução no tempo de pastejo e aumento no tempo de ócio (P<0,05). A taxa de bocada e o peso de bocado foram afetados pelo suplemento e ciclo da pastagem (P<0,05). O tempo diurno de ruminação não foi afetado pelo fornecimento de suplemento (P>0,05). A composição botânica e estrutural da pastagem é influenciada pelos níveis de suplemento utilizados e o ciclo de produção das forrageiras.

Palavras-chave : taxa de bocada; tempo de pastejo; peso de bocado; composição botânica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português