SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue8Growth of Salvia officinalis plants under action of plant growth regulatorsRopivacaine individually and in combination with fentanyl or tramadol, administered by peridural via in dogs author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

SILVA, Ediane Batista da et al. Característica leucocitária, relação albumina/globulina, proteína plasmática e fibrinogênio de bovinos da raça Nelore, confinados e terminados a pasto. Cienc. Rural [online]. 2008, vol.38, n.8, pp. 2191-2196. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782008000800016.

Esse trabalho avaliou as mudanças na contagem de leucócitos e algumas proteínas séricas de bovinos confinados e terminados a pasto. De 120 amostras sangüíneas coletadas, 60 foram obtidas de bovinos Nelores machos confinados e 60 de animais com as mesmas características, porém manejados extensivamente. As amostras foram obtidas por ocasião do abate desses animais. Os parâmetros estudados foram contagem de leucócitos, razão albumina/globulina e concentração de fibrinogênio plasmático. Na análise dos dados empregou-se estatística descritiva, obtendo-se as médias, desvio padrão e coeficiente de variação para todos as variáveis avaliadas e posteriormente comparou-se as médias por meio de teste não-paramétrico. Os bovinos terminados a pasto apresentaram maior nível de globulina e fibrinogênio (P>0,05) quando comparados com os confinados (globulina: pastejo=3,29g dL-1 0,76; confinamento 2,99g dL-1±0,60 e Fibrinogênio: pastejo=872mg dL-1±610; confinamento=633mg dL-1±319). O número de leucócitos total foi de 7,64±2,15 em bovinos confinados e de 7,72±1,84 nos terminados a pasto. Não houve diferença (P>0,05) entre essa variável e a contagem diferencial de leucócitos bem como na proteína sérica total (g dL-1) dos bovinos terminados a pasto (6,10±0,53) e dos confinados (5,96±0,49). O nível de albumina dos bovinos confinados (3,01g dL-1±0,43) e a razão A/G (1,07±8,91) foram maiores quando comparados com os bovinos terminados a pasto (2,82g dL-1±0,45) e (0,95±0,38) respectivamente. O nível mais elevado de albumina nos bovinos confinados sugere que eles foram submetidos a uma dieta nutricional mais adequada. O constante desafio imunológico sofrido pelos animais terminados a pasto pode ter sido responsável pelo elevado nível de globulina e fibrinogênio. Esses resultados indicaram que, apesar das adversidades que os bovinos confinados são submetidos, eles não apresentaram alterações correlacionadas com esse fato.

Keywords : criação extensiva; bovinos; leucócitos; proteínas plasmáticas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese