SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue8Effect of pyruvate and trolox added to the extender used for freezing fertile and subfertile stallion semenEffect of utilization of yeast (Saccharomyces cerevisiae) for feeding Ile de France lambs in creep-feeding system author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

LOPES, Jader Silva et al. Metanálise para características de carcaça de bovinos de diferentes grupos genéticos. Cienc. Rural [online]. 2008, vol.38, n.8, pp. 2278-2284. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782008000800029.

A fim de avaliar os fatores que afetam os componentes da qualidade da carcaça em bovinos (área de olho de lombo - AOL e espessura de gordura de cobertura entre a 12ª e a 13ª costela - EGC) e compará-los nos diferentes grupos genéticos foi aplicada a metodologia da metanálise. Foram estudadas 215 estimativas de AOL e 209 de EGC, obtidas de 65.174 animais, extraídas de 36 artigos publicados entre 1985 e 2006. Aplicou-se análise de variância pelo método da Máxima Verossimilhança Restrita sob o modelo que explicava a variação das características em função das variações do país de origem, da categoria animal, do sistema de alimentação, metodologia de mensuração, contribuição dos genes zebuínos, taurinos britânicos e taurinos continentais, idade e do peso à mensuração. As médias observadas para as características AOL e EGC foram, respectivamente, 63,5cm2 e 4,2mm. Os animais tinham, em média, 552,22 dias de vida à mensuração dos atributos e pesavam 468,47kg de peso vivo. O uso da metanálise permitiu conclusões mais generalizadas a respeito da AOL e EGC: animais criados nos EUA apresentaram valores significativamente superiores para AOL e EGC quando comparados àqueles criados na Austrália e no Brasil; machos, inteiros e castrados apresentaram maiores medidas de AOL, não diferindo significativamente entre si, do que as fêmeas, sendo que as maiores EGC foram observadas nas fêmeas. Os sistemas de alimentação, confinado e semiconfinado, foram superiores ao sistema a campo. Os genótipos taurinos continentais apresentaram os maiores valores de AOL, já os taurinos britânicos apresentaram os maiores valores de EGC, sendo que os zebuínos apresentaram valores intermediários. Não houve diferença entre as medidas realizadas na carcaça (pós-morten) e por ultra-som (in vivo). As características apresentaram acréscimos decrescentes à medida que a idade e o peso vivo aumentaram.

Keywords : área de olho de lombo; espessura de gordura de cobertura; taurinos britânicos; taurinos continentais; zebuínos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese