SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número8Exigências térmicas e estimativa do número de gerações da broca-do-fruto Annona (Cerconota anonella) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

DUARTE, Henrique da Silva Silveira et al. Silicato de potássio, acibenzolar-S-metil e fungicidas no controle da ferrugem da soja. Cienc. Rural [online]. 2009, vol.39, n.8, pp.2271-2277. ISSN 0103-8478.  https://doi.org/10.1590/S0103-84782009000800001.

A produção da soja pode ser afetada pela ocorrência de várias doenças. Dentre estas, a ferrugem, causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi, tem se destacado. Atualmente, novas estratégias de controle para essa doença devem ser pesquisadas. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência do silicato de potássio (KSi), acibenzolar-S-metil e fungicidas no controle da ferrugem da soja. Um experimento foi conduzido em condições de campo, em delineamento em blocos ao acaso, utilizando-se 10 tratamentos, com três repetições. Foi utilizada a cultivar 'Monarca' por ser suscetível à ferrugem. Os tratamentos utilizados foram: T1 - testemunha (pulverização com água); T2 - KSi (1,2kg ha-1); T3 - KSi (2,4kg ha-1); T4 - KSi (3,6kg ha-1); T5 - KSi (4,8kg ha-1); T6 - tebuconazole (125g de i.a. ha-1); T7 - cloreto de potássio (61,72g L-1); T8 - mancozebe (2400g de i.a. ha-1); T9 - mancozebe (2400g de i.a. ha-1) + KSi (1,2kg ha-1) e T10 - acibenzolar-S-metil (125g de i.a. ha-1). As plantas da bordadura foram inoculadas com uma suspensão de 5x105 uredosporos mL-1 no estádio V4 para constituírem fonte de inóculo, para as parcelas centrais. As plantas foram pulverizadas com os produtos que constituíram os tratamentos T2, T3, T4, T5, T7, T8 e T9 nos estádios V5, R1, R4 e R5.4 e os tratamentos T6 e T10 nos estádios R1, R4 e R5.4. As plantas foram pulverizadas com atomizador costal manual de bico cônico empregando-se um volume de calda de 200L ha-1. Foram realizadas cinco avaliações da severidade da ferrugem nos terços inferior, médio e superior das plantas utilizando-se uma escala diagramática variando de 0,6 a 78,5%, e os dados obtidos foram utilizados para calcular a área abaixo da curva do progresso da ferrugem (AACPF). Não houve efeito significativo das doses de KSi na AACPF e severidade máxima (Ymax) nos terços inferior, médio e superior das plantas, além da produtividade. Os tratamentos 8, 9 e 10 apresentaram eficiência intermediária no controle da ferrugem. O tratamento 6 foi o mais eficiente no controle da doença por resultar nos menores valores da AACPF e Ymax para os terços inferior, médio e superior, além de uma produtividade significativamente maior em relação aos demais tratamentos.

Palavras-chave : Phakopsora pachyrhizi; Glycine max; nutrição mineral; controle de doenças.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons