SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número8Aplicação de fosfito de potássio, cálcio ou magnésio para a redução da podridão-do-pé do mamoeiro em casa de vegetaçãoDesenvolvimento vegetativo e reprodutivo de cultivares de trigo e sua associação com a emissão de folhas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478

Resumo

BRIGHENTI, Alexandre Magno  e  BRIGHENTI, Deodoro Magno. Controle de plantas daninhas em cultivos orgânicos de soja por meio de descarga elétrica. Cienc. Rural [online]. 2009, vol.39, n.8, pp. 2315-2319. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782009000800007.

Dois experimentos foram instalados em semeadura direta, em área de cultivo orgânico de soja, no município de São Miguel do Iguaçu, Paraná (PR), com o objetivo de avaliar o controle de plantas daninhas na cultura da soja (BRS 232) por meio de descarga elétrica. O delineamento experimental foi blocos casualizados, com quatro repetições. No experimento 1, fixou-se a voltagem de 4400V e, no experimento 2, de 6800V. Em ambos os experimentos, os tratamentos consistiram das variações de rotação do motor do trator (i) 2200rpm (rotações por minutos); (ii) 2000rpm; (iii) 1600rpm e as testemunhas (iv) capinada e (v) sem capina. O equipamento utilizado para aplicação dos tratamentos foi o Eletroherb (Sayyou do Brasil). As plantas daninhas existentes na área experimental foram o amendoim-bravo (Euphorbia heterophylla), a corda-de-viola (Ipomoea spp.), a guanxuma (Sida spp.), o capim-marmelada (Brachiaria plantaginea) e o capim-colchão (Digitaria spp.). O emprego de descarga elétrica é eficiente no controle das plantas daninhas da cultura da soja. A rotação 2200rpm proporcionou o melhor controle e, consequentemente, a maior produtividade da soja.

Palavras-chave : Glycine max; alta voltagem; agricultura de base ecológica; agricultura orgânica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português