SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue2Chemical composition and apparent digestibility of f eed found in the brazilian semiarid region for tilapia rosa feeding on cultivationDevelopment of functional yerba-mate jelly author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

MIRON, Denise dos Santos; BECKER, Alexssandro Geferson; LORO, Vania Lúcia  and  BALDISSEROTTO, Bernardo. Sobrevivência e crescimento de jundiá, Rhamdia quelen, exposto à amônia. Cienc. Rural [online]. 2011, vol.41, n.2, pp.349-353. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782011000200028.

O objetivo do presente estudo foi determinar o efeito da amônia não ionizada (NH3) da água na sobrevivência e no crescimento de jundiá, Rhamdia quelen. Os juvenis foram expostos a 0,10; 0,22 e 0,42mg L-1 NH3 em pH 8,2 durante 45 dias. Após 15 dias, uma mortalidade significativa (33%) foi observada nos exemplares expostos a 0,42mg L-1 NH3. Depois de 20 dias, 23% e 43% de mortalidade (ambas significativas) foram registradas nos jundiás mantidos em 0,22 e 0,42mg L-1 NH3, respectivamente. Uma relação negativa significativa entre sobrevivência, comprimento, ganho de peso diário, taxa de crescimento padrão e biomassa por tanque de juvenis de jundiá, com níveis de NH3 da água, foi encontrada ao final do experimento. A relação entre a sobrevivência e a amônia da água indicou que o nível máximo de NH3 em pH 8,2 para evitar qualquer mortalidade de jundiás em uma exposição crônica deve ser 0,01mg L-1.

Keywords : piscicultura; compostos nitrogenados; ganho de peso.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License