SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número6Teste de condutividade elétrica na avaliação do potencial fisiológico de sementes de berinjelaLongevidade de inflorescências de Oncidium varicosum (Orchidaceae) tratadas com 1-metilciclopropeno índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478

Resumo

NEGRELLE, Raquel Rejane Bonato  e  ANACLETO, Adilson. Extrativismo de bromélias no Estado do Paraná. Cienc. Rural [online]. 2012, vol.42, n.6, pp.981-986. ISSN 0103-8478.  https://doi.org/10.1590/S0103-84782012000600005.

Visando a contribuir para o melhor entendimento da participação da atividade extrativista no âmbito da comercialização de bromélias no Brasil, apresentou-se resultado de pesquisa que buscou: a) identificar e caracterizar os extrativistas de bromélias formalmente registrados e os informais no Estado do Paraná; b) identificar e caracterizar as metodologias de coleta, o preparo e vias de comercialização das plantas coletadas; c) levantar a opinião dos extrativistas sobre facilidades e dificuldades desta atividade. O extrativismo de bromélias no Paraná foi identificado em 12 municípios, englobando 31 famílias extratoras, predominantemente concentradas no litoral do Paraná (n=10) e Município de Ortigueira (n=7). Foram identificados dois tipos básicos de extrativistas: residente e oportunista, com diferenças marcantes entre estes, especialmente no que se refere a volume e forma de extração. Foram identificadas 21 espécies submetidas ao extrativismo, sendo as mais frequentemente coletadas: Vriesea incurvata Gaudich. comercializada por 90% dos entrevistados, Nidularium innocentii Lem. (77%), Vriesea platynema Gaudich. (67%), Tillandsia stricta Sol. ex Ker Gawl. (55%) e Vriesea carinata Lem. (55%).

Palavras-chave : produtos florestais não madeiráveis; plantas ornamentais; Bromeliaceae.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons