SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue8Sufficiency range for cotton cropped in Brazil midwest: I. macronutrientsCharacterization of the spacer region 16-23S rDNA for differentiation of strains of rhizobia used in the production of commercial inoculants in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

On-line version ISSN 1678-4596

Abstract

GARCIA, Saulo Ferreira; OLIVEIRA, Camila de  and  SILVA, Breno Marques da Silva e. Emergência de plântulas de Tabebuia caraiba (Mart.) Bureau. Cienc. Rural [online]. 2012, vol.42, n.8, pp.1419-1422. ISSN 1678-4596.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012000800014.

O objetivo da presente pesquisa foi determinar o substrato e a profundidade de semeadura mais adequados para a emergência de plântulas de ipê amarelo. Na avaliação dos substratos, as sementes foram colocadas em caixas de plástico entre areia, solo, resíduos triturados de açaí (endocarpo + semente), vermiculita, serragem, areia + vermiculita (1:1), areia + resíduos triturados de açaí (endocarpo + semente) (1:1), areia + serragem (1:1) e areia + solo (1:1), enquanto, para a profundidade de semeadura, as sementes foram colocadas dentro de caixas de plástico entre areia, nas profundidades de 0, 1, 2 e 4 cm e levadas para casa de vegetação, sendo avaliados, em ambos, a porcentagem e a velocidade de emergência de plântulas. Os substratos mais adequados para emergência de plântulas de ipê amarelo são areia, vermiculita, areia + vermiculita (1:1), areia + solo (1:1) e areia + resíduos triturados de açaí (endocarpo + semente) (1:1). As semeaduras superiores a 1 cm de profundidade são inadequadas para a emergência de plântulas da referida espécie.

Keywords : ipê amarelo do cerrado; substrato; profundidade de semeadura; Bignoniaceae.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License