SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue8Molecular typing of Clostridium perfringens isolated from swine in slaughterhouses from São Paulo State, BrazilUse of optimization algorithm for determining of animal functional types author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

SANCHEZ, Irma Ximena Barbosa et al. Apoptose na infecção experimental de cães domésticos com Ehrlichia canis. Cienc. Rural [online]. 2012, vol.42, n.8, pp. 1457-1463. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012000800021.

A Erliquiose canina é uma zoonose causada pela Ehrlichia canis, bactéria Gram negativa de distribuição mundial. Alguns cães com erliquiose se tornam portadores assintomáticos enquanto outros desenvolvem uma doença aguda com morte rápida. A apoptose pode ser importante na eliminação de patógenos intracelulares, podendo, nas infecções por Ehrlichia sp. e Anaplasma sp., ocorrer modulação da apoptose celular para prolongar a sobrevivência desses organismos. Para avaliação do papel da apoptose na erliquiose canina, sete cães foram distribuídos em dois grupos. No Grupo inoculado, realizou-se a infecção por via intravenosa com sangue infectado com E. canis (isolado Jaboticabal), sendo realizada a inoculação com PBS estéril nos animais pertencentes ao Grupo Controle. Semanalmente e até 35 dias pós-inoculação, amostras de sangue foram coletadas e submetidas a n-PCR e reação de imunofluorescência (RIFI) para confirmação da infecção. No 36° dia pós-inoculação, os animais foram eutanasiados, sendo as amostras de baço, linfonodo, rim e fígado coletadas e processadas para as técnicas de TUNEL e imunohistoquímica (Bcl-2, Bax). Verificou-se pela n-PCR que os animais inoculados se tornaram positivos para E. canis a partir da segunda semana. Pela RIFI, verificou-se animais com sorologia positiva a partir da terceira semana pós-inoculação. No grupo controle, todos os testes realizados foram negativos para E. canis. Apesar da reação de TUNEL mostrar maior incidência de apoptose no Grupo Inoculado, sendo o baço e os linfonodos os órgãos que apresentaram maior marcação, os resultados da imunohistoquímica para Bcl-2 e Bax indicam que a via intrínseca de apoptose não é importante nos órgãos analisados.

Keywords : apoptose; Ehrlichia canis; n-PCR; RIFI; TUNEL; Bcl-2; Bax.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese