SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue11Thiamethoxam on the histological characteristics of sugarcane young rootsIn vitro propagation of lettuce genotypes via somatic embryogenesis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

PIOTTO, Fernando Angelo  and  PERES, Lázaro Eustáquio Pereira. Base genética do hábito de crescimento e florescimento em tomateiro e sua importância na agricultura. Cienc. Rural [online]. 2012, vol.42, n.11, pp. 1941-1946. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012001100006.

Variedades ou híbridos de tomateiro utilizados para produção de molhos e ketchups costumam ter hábito determinado, enquanto a maioria dos genótipos utilizados na produção para mesa (consumo in natura) possuem hábito indeterminado. Além de influenciar no manejo da cultura, o hábito de crescimento pode alterar parâmetros de produtividade, como o teor de sólidos solúveis totais (SST) nos frutos. O hábito de crescimento é controlado principalmente pelo gene SELF-PRUNING (SP), que é um dos componentes de uma pequena família gênica da qual faz parte também o gene SINGLE FLOWER TRUSS (SFT), atualmente considerado um dos componentes do tão buscado "florígeno". O entendimento da função bioquímica e o efeito fisiológico de tais genes em interação com o ambiente e outros genes (epistasia) possibilita a manipulação de parâmetros como precocidade e SST. Além disso, fornece subsídios para compreender a base genética do crescimento semideterminado, que combina vantagens do hábito determinado e indeterminado, podendo ser usado pelos melhoristas de plantas para o desenvolvimento de novas cultivares.

Keywords : Solanum lycopersicum; genes de desenvolvimento; melhoramento genético.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese