SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue11Digital soil mapping: characteristics of the brazilian approachEffects of two different deep digital flexor tenotomy techniques on distal articular angles of equine cadaver forelimbs author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

TOLEDO, Diego de Paula; JACOVINE, Laércio Antônio Gonçalves; TORRES, Carlos Moreira Miquelino Eleto  and  SOARES, Carlos Pedro Boechat. Equação de biomassa e estoque de carbono do pinhão manso, no município de Viçosa, MG. Cienc. Rural [online]. 2012, vol.42, n.11, pp. 1998-2004.  Epub Sep 11, 2012. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012005000086.

O presente trabalho teve como objetivo estimar equações de biomassa e o estoque de carbono da cultura do Pinhão Manso (Jatrophacurcas L.). A área estudada localiza-se no município de Viçosa, MG. O plantio foi realizado em espaçamento 3,5x3,0m, em 4,64ha. Para quantificação da biomassa, foi utilizado o método direto e destrutivo, aplicado às árvores-amostra, que foram selecionadas de acordo com as medidas da altura, do diâmetro das copas e do número de ramos. A determinação da biomassa de cada árvore foi obtida pelo método da proporcionalidade. Os modelos testados foram adaptados de Spurr e de Schumacher & Hall, para biomassa aérea e biomassa total (biomassa aérea mais biomassa de raízes pivotantes). O estoque de carbono foi estimado através da multiplicação da biomassa seca pelo teor de carbono da matéria seca, que foi obtido pelo método da calcinação em mufla. A estimativa do CO2 equivalente estocado foi obtida pela multiplicação do estoque de carbono pelo fator 44/12. A equação que obteve melhor ajuste e que foi utilizada para determinação do estoque de carbono deste estudo foi a de Spurr, com os dados de biomassa total, B=0,7601*(DC2*H)0,8949, em que B = biomassa (kg); DC = diâmetro de copa (m); e H = altura (m). O estoque de carbono encontrado da cultura, no quarto ano, foi de 6,79MgC ha-1, correspondendo a 24,89Mg CO2(eq) ha-1. Os resultados mostram que o pinhão-manso é ambientalmente viável para elaboração de projetos MDL de florestamento/reflorestamento ou em projetos de carbono para mercados voluntários, agregando renda ao produtor rural e melhorando a atratividade financeira da cultura.

Keywords : mecanismo de desenvolvimento limpo; protocolo de Kyoto; biodiesel; Jatrophacurcas L.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese