SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 issue11Biomass equation and carbon stock of jatropha crop, in Viçosa, Minas Gerais, BrazilFunctional recovery of hip joint postoperative in dogs: clinic, radiographic and biomechanical study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

DEARO, Antonio Cezar de Oliveira; ROSA, Vitor Bruno Bianconi; REICHMANN, Peter  and  OLIVEIRA, Milton Luis Ribeiro de. Efeito de duas técnicas de tenotomia do flexor digital profundo sobre os ângulos articulares distais dos membros anteriores de equinos: estudo post-mortem. Cienc. Rural [online]. 2012, vol.42, n.11, pp. 2005-2010.  Epub Sep 11, 2012. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012005000088.

A tenotomia do flexor digital profundo (FDP) é uma das técnicas cirúrgicas empregadas para o tratamento de algumas anormalidades osteomusculares, como as deformidades flexurais e a laminite em equinos. Embora diferentes acessos cirúrgicos (i.e. terço médio do metacarpo e quartela) possam ser utilizados, informações quantitativas obtidas in vitro, referentes aos ângulos articulares distais estabelecidos após a execução de ambos os acessos não são conhecidas. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi estudar a viabilidade de um sistema biomecânico de tração induzida na comparação de duas técnicas de tenotomia do FDP por meio da mensuração dos ângulos articulares distais em peças anatômicas de equinos. Dez pares de membros anteriores foram coletados e montados em um sistema biomecânico de tração induzida aplicada na região da pinça do casco. Os ângulos articulares dorsais das articulações metacarpo falangeana (MF), interfalangeana proximal (IFP) e interfalangeana distal (IFD) foram determinados através de linhas geométricas traçadas com base no exame radiográfico realizado antes e após a realização de cada técnica. Comparações entre cada técnica e seu respectivo controle, para cada articulação, e entre as duas técnicas, utilizando as diferenças angulares obtidas antes e após cada técnica, foram testadas. Embora não se tenha obtido diferença estatisticamente significativa, a técnica de tenotomia do FDP ao nível da quartela produziu um maior e menor grau de extensão das articulações IFD e IFP, respectivamente, quando comparado à técnica no terço médio do metacarpo. Diferenças inexpressivas foram observadas na articulação MF. O sistema biomecânico de tração induzida se mostrou eficiente na determinação quantitativa dos valores aproximados das angulações articulares distais de membros anteriores de equinos submetidos às duas técnicas de tenotomia do FDP.

Keywords : laminite; deformidade flexural; tendão; articulação; equino.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English