SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue7Yield, nutritive value and fermentative parameters of winter cereals silagesBlood sucking Diptera (Culicidae, Psychodidae, Simuliidae) in forest fragment under impact of dam in the borderland of Rio Grande do Sul and Santa Catarina states, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

MURUSSI, Camila et al. Alterações em marcadores oxidativos, antioxidantes endógenos e na atividade da enzima acetilcolinesterase em trabalhadores rurais expostos a pesticidas agrícolas - um estudo piloto. Cienc. Rural [online]. 2014, vol.44, n.7, pp.1186-1193. ISSN 0103-8478.  https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20130516.

As práticas agrícolas estão diretamente relacionadas com o uso de agrotóxico, que, de forma indiscriminada e sem o devido cuidado, podem contribuir para a ocorrência de inúmeras intoxicações. Diversos estudos demonstraram a relação de determinados pesticidas e a ocorrência do estresse oxidativo e, portanto, nos anos recentes, tem-se desenvolvido métodos de análise de diversos biomarcadores de dano celular, o qual pode ser medido e quantificado. Nesse contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar as possíveis alterações nos marcadores bioquímicos: aspartato aminotransferase (AST), alanina aminotransferase (ALT), creatinina, ureia, proteína total, e marcadores oxidativos como: a peroxidação de lipídios, danos nas proteínas e a atividade das enzimas acetilcolinesterase (AChE) e catalase (CAT), em agricultores da cidade de Ibirubá, RS, expostos a diferentes agrotóxicos por pelo menos cinco anos. Com exceção da AST e da ALT, os resultados mostraram diferença significativa entre as médias das proteínas totais, ureia e creatinina, no grupo controle, mostrando que não houve alterações na função hepática ou renal dos trabalhadores rurais. Nos parâmetros oxidativos avaliados, houve uma diminuição da atividade da AChE e da CAT em relação ao grupo controle; um aumento das proteínas carboniladas e uma diminuição dos níveis de TBARS em relação ao grupo controle. Portanto, os resultados demonstram uma alteração oxidativa nos trabalhadores rurais, comparados com o grupo controle, principalmente pela possível inibição da AChE e ocorrência do estresse oxidativo, sem demonstrar mudança nos parâmetros bioquímicos analisados.

Keywords : agricultores; estresse oxidativo; TBARS; proteínas carboniladas.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )