SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue7Post-ride inflammatory markers in endurance horsesNet energy and ractopamine levels for barrows weighing 70 to 100kg author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478On-line version ISSN 1678-4596

Abstract

BASSO, Fernando Zanlorenzi et al. Comparação entre três técnicas para videosinuscopia em bovinos. Cienc. Rural [online]. 2016, vol.46, n.7, pp.1262-1267.  Epub Apr 19, 2016. ISSN 0103-8478.  https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20141478.

Os bovinos apresentam seios paranasais extensos e passíveis de afecções, como a sinusite. A sinuscopia, técnica já utilizada em outras espécies, avalia os seios paranasais de modo pouco invasivo e não é descrita em bovinos. O presente estudo objetivou padronizar os acessos cirúrgicos para sinuscopia em bovinos, testando três técnicas de videoendoscopia. Foram selecionadas oito cabeças de bovinos provenientes de abatedouro comercial, sendo realizada a trepanação dos seios maxilares e frontais de ambos os lados (um orifício por seio). Cada seio foi inspecionado com três óticas: um colonoscópio flexível com 10mm de diâmetro e até 180º de angulação, um laparoscópio rígido de 10mm e 0º e um artroscópio rígido de 4mm e 30º. Na região caudal do seio maxilar, os alvéolos e abertura maxilopalatina foram visualizadas com todas as óticas. A região caudodorsomedial e rostral do seio maxilar foram observadas com a ótica flexível e a rígida de 4mm, sendo que apenas esta adentrou no seio palatino. O seio frontal é de difícil visualização, devido à tortuosidade de suas projeções ósseas e sua porção cranial não foi observada pelo acesso proposto. A região caudal do seio frontal, o divertículo nucal e a área caudal à órbita tiveram o maior número de estruturas visualizadas com a ótica rígida de 4mm, seguida da flexível. A análise comparativa demonstra que a técnica utilizando a ótica rígida de 4mm permite a visualização de um maior número de estruturas com maior detalhamento e é a que mais se adapta à sinuscopia em bovinos.

Keywords : endoscopia; videocirurgia; seios nasais; sinusite; bovino.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )