SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 issue4Performance and feed intake of beef heifers on rotational grazing of natural grassland receiving protein and energy supplement in cool seasonFormation of homogeneous groups of bovine milk production units via multivariate statistical techniques author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478On-line version ISSN 1678-4596

Abstract

FOSSE, Paulo José et al. Período de co-alimentação na transição alimentar de larvas de Nishikigoi Cyprinus carpio em sistema “in door”. Cienc. Rural [online]. 2018, vol.48, n.4, e20170579.  Epub Apr 26, 2018. ISSN 0103-8478.  https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20170579.

Com o objetivo de avaliar os efeitos do período de co-alimentação (C) na sobrevivência e crescimento de larvas de nishikigoi Cyprinus carpio, durante o período de transição de alimentos vivos (AV) para dieta inerte (DI), foram utilizados um total de 1680 larvas com peso inicial de 1,33 ± 0,12mg e comprimento inicial de 6,0 ± 0,33mm. Para a dieta inerte foi utilizada uma ração comercial com 55% de proteína bruta e como alimento vivo, nauplios recém eclodidos de Artemia franciscana. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos por: LF = suprimento de alimento vivo ao longo de todo período experimental; C4 = 6 dias de alimento vivo + 4 dias de co-alimentação (dieta inerte e alimento vivo) + 16 dias de dieta inerte; C8 = 6 dias de alimento vivo + 8 dias de co-alimentação + 12 dias de dieta inerte; C12 = 6 dias de alimento vivo + 12 dias de co-alimentação + 8 dias de dieta inerte; ID = dieta inerte durante todo o período experimental, J = jejum. O período de co-alimentação influencia a sobrevivência e o crescimento das larvas melhorando mais de 70% a sobrevida entre os períodos de co-alimentação mais longos e curtos testados. Além disso, foi verificado um aumento de duas vezes o peso juvenil após 26 dias de idade. Houve um efeito quadrático para todos os parâmetros, com pontos máximos variando entre 19,4 e 22,6 dias de suprimento de alimentos vivos. Também é possível concluir que o fornecimento de alimentação comercial, como alimento exclusivo, é inviável na larvicultura de nishikigoi.

Keywords : alimentação; ingestão alimentar; larva de peixe; peixe ornamental.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )