SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número7Desempenho genotípico de feijão carioca via modelos mistosCarboidratos no crescimento de plântulas de Cattleya schilleriana Reichb.f. (Orchidaceae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

RESENDE, Osvaldo et al. Influência do teor de água no comportamento mecânico dos grãos de crambe. Cienc. Rural [online]. 2018, vol.48, n.7, e20160748.  Epub 19-Jul-2018. ISSN 1678-4596.  https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20160748.

Neste trabalho objetivou-se verificar a influência do teor de água nos valores da força máxima de compressão, módulo proporcional de deformidade, coeficientes elásticos d, e, f, além dos valores da tangente e secante máximas nos grãos de crambe (Crambe abyssinica Hochst), submetidos à compressão na posição natural de repouso. Os grãos de crambe, utilizados com teores de água entre 0,1547 e 0,0482 (decimal b.s.), foram secos nas temperaturas de 40°C e comprimidos uniaxialmente entre duas placas paralelas, na posição natural de repouso, cuja redução do teor de água ao longo da secagem foi acompanhada pelo método gravimétrico (perda de massa). A força de compressão necessária para deformar os grãos de crambe diminui com o aumento do teor de água. O módulo proporcional de deformidade aumenta com a redução da deformação, obtendo-se valores entre 0,09 e 0,27 (x 102MPa), em que o modelo sigmoidal, descrito por meio da série de Taylor, representa adequadamente a resistência dos grãos de crambe à compressão na posição natural de repouso, para os teores de água menores que 0,0813 (b.s.)

Palavras-chave : módulo proporcional de deformidade; compressão; propriedades mecânicas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )