SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 número1Granulomas intra-abdominais causados por Clostridium tertium em um coelho American Fuzzy LopAvaliação comportamental de cães de abrigo submetidos a diferentes métodos de enriquecimento ambiental índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

MISTIERI, Maria Ligia de Arruda et al. Dioctofimatose como causa de dispnéia em cão. Cienc. Rural [online]. 2019, vol.49, n.1, e20180490.  Epub 17-Jan-2019. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/0103-8478cr20180490.

Dioctophyme renale é um parasita da classe de nematoda que pode infectar diferentes espécies, incluindo humanos e cães. Normalmente, o parasita migra para o rim direito do hospedeiro definitivo. Embora migrações erráticas tenham sido relatadas anteriormente, estas geralmente ocorrem sem manifestações clínicas. Não foram encontrados relatos de dispnéia secundária à infestação de D. renale. O objetivo deste trabalho é relatar a presença do parasita na cavidade torácica de um cão, causando angústia respiratória. As imagens radiográficas revelaram a presença de múltiplas estruturas circulares com aspecto de cavidade e contorno espesso radiopaco no tórax, o que suscitou a suspeita de bullae pulmonar. O exame de ultra-som foi determinante na revelação de infestação múltipla por nematódeos, no rim direito, escroto e cavidade torácica. Posteriormente, como medida terapêutica, foram realizadas os procedimentos de nefrectomia direita, orquiectomia e toracotomia transesternal para remoçãodos parasitas. O paciente evoluiu clinicamente bem após os procedimentos.

Palavras-chave : Dioctophyme renale; dispnéia; tórax; bullae pulmonar.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )