SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 número1Lesões e condenações de suínos em abatedouros com inspeção federal no Estado do Paraná, Brasil, como indicadores de bem-estar no transporteQual a melhor equação do índice de temperatura e umidade para indicar estresse por calor em bezerros leiteiros mestiços em ambiente tropical? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

MANNO, Maria Cristina et al. Aspectos comportamentais de ovinos da raça Santa Inês mantidos em pasto em clima tropical úmido. Cienc. Rural [online]. 2019, vol.49, n.1, e20180033.  Epub 31-Jan-2018. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/0103-8478cr20180033.

Este estudo objetivou avaliar aspectos comportamentais de ovinos Santa Inês criados em pasto em clima tropical úmido. Para tanto, foram utilizados nove carneiros Santa Inês, mantidos a pasto, expostos diretamente ao clima, sem sombra, durante 24 dias, sendo 12 dias alternados em cada período (seco e chuvoso) em 2015. Os parâmetros comportamentais avaliados foram consumo de alimento, ócio em pé, ócio deitado e ruminação. As observações ocorreram das 08:00h às 17h:55min. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado (DIC) com dois tratamentos (período chuvoso e período seco), nove repetições, um animal por unidade experimental. Para entender as correlações dos parâmetros comportamentais com as variáveis climáticas foi realizada a correlação de Pearson. Foram observados valores médios gerais aproximados entre os períodos chuvoso e seco para as variáveis comportamentais, porém, houve maior ingestão no volume de água no período seco (9,59L/ovino). Também, ocorreu diferença no comportamento dos animais ao longo do dia. No horário mais quente do dia, das 14h às 15h, registrou-se ócio em pé de 25,83min. e ócio deitado de 1,21min., e os animais passaram menor tempo consumindo alimento (27,08min.) em relação aos demais horários. Podemos concluir que os ovinos apresentaram parâmetros comportamentais semelhantes nos períodos chuvoso e seco, porém, quando observamos os horários dos dias, os comportamentos são diferentes. A principal atividade registrada foi o pastejo. As variáveis temperatura e a umidade relativa do ar influenciam de forma diferente o comportamento dos ovinos entre as estações do ano, sendo mais marcantes no período seco.

Palavras-chave : estação seca; estação chuvosa; pastejo.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )