SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue43The meaning of death attributed by protestants and neo-pentecostalsAn ecological study about the interaction of families with shelter institutions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Paidéia (Ribeirão Preto)

Print version ISSN 0103-863X

Abstract

SCHMIDT, Eluisa Bordin  and  ARGIMON, Irani Iracema de Lima. Vinculação da gestante e apego materno fetal. Paidéia (Ribeirão Preto) [online]. 2009, vol.19, n.43, pp. 211-220. ISSN 0103-863X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-863X2009000200009.

Este trabalho verificou as relações existentes entre o tipo de vinculação da gestante, sintomas de ansiedade, depressão e nível de apego materno fetal. Participaram 136 gestantes entre 18 e 42 anos de idade, do 6º ao 9º mês de gestação com escolaridade mínima de 5ª série. Foi realizado um estudo quantitativo, transversal, correlacional. Os instrumentos utilizados foram: Ficha de Dados Sociodemográficos, Escala de Vinculação do Adulto (EVA), Escala de Apego Materno Fetal (MFAS), Inventário de Depressão de Beck (BDI) e Inventário de Ansiedade de Beck (BAI). A análise dos dados foi realizada por meio de estatística descritiva, teste exato de Fischer, simulações de Monte Carlo e Correlação de Pearson. Os resultados indicaram que existe associação significativa entre o tipo de vinculação da gestante e o apego materno fetal, e sintomas depressivos. As gestantes que apresentaram uma vinculação segura evidenciaram apego materno fetal alto e sintomas depressivos e ansiosos mínimos.

Keywords : gravidez; comportamento de apego; feto; depressão; ansiedade.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese