SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30Evidências de Validade da Escala de Dificuldades de Regulação Emocional - DERSProtocolo para Investigação do Processo Subjacente às Respostas em Avaliações da Personalidade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Paidéia (Ribeirão Preto)

versão impressa ISSN 0103-863Xversão On-line ISSN 1982-4327

Resumo

MELO, Denise Mendonça de; BARBOSA, Altemir José Gonçalves; CASTRO, Nelimar Ribeiro de  e  NERI, Anita Liberalesso. Miniexame do Estado Mental Brasileiro: Análise com Teoria de Resposta ao Item. Paidéia (Ribeirão Preto) [online]. 2020, vol.30, e3014.  Epub 15-Jul-2020. ISSN 1982-4327.  https://doi.org/10.1590/1982-4327e3014.

O Miniexame do Estado Mental (MEEM) tem sido utilizado para rastrear status cognitivo de idosos brasileiros. Há poucos estudos sobre suas propriedades psicométricas, especialmente com Teoria de Resposta ao Item. Este estudo teve por objetivo avaliar a dificuldade dos itens de uma versão brasileira do MEEM por meio do modelo de Rasch e identificar possível funcionamento diferencial dos itens (DIF), considerando escolaridade, idade e sexo dos integrantes de amostra de idosos da comunidade. Foram utilizadas as respostas de 2.734 idosos aos 30 itens do MEEM. Constatou-se que quatro itens do sete seriado foram os mais difíceis e os itens nove, 13, 22 e 23, os mais fáceis. O nível de habilidade das pessoas foi maior do que o nível de dificuldade dos itens. Observou-se DIF para escolaridade, sexo e idade, respectivamente 27, 18 e 16 itens. Conclui-se que o uso do MEEM em idosos da comunidade deve ser cauteloso devido ao grande número de itens enviesados, principalmente pela escolaridade.

Palavras-chave : Miniexame do estado mental; teoria de resposta ao item; psicometria; escolaridade.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )