SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue2AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE CENTEIO, TRITICALE, TRIGO COMUM E TRIGO DURO QUANTO À TOLERÂNCIA AO ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVAEFEITO DO BENEFICIAMENTO DE SEMENTES DE TREMOÇO AZUL SOBRE SUAS QUALIDADES FÍSICA, FISIOLÓGICA E SANITÁRIA author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Scientia Agricola

Print version ISSN 0103-9016

Abstract

BELTRAN, R.R.; SILVEIRA, R.I.  and  PASSOS, M.J.. DISPONIBILIDADE DE FÓSFORO PARA PLANTAS DE ARROZ AVALIADA POR EXTRATORES QUÍMICOS. Sci. agric. [online]. 1998, vol.55, n.2, pp. 233-241. ISSN 0103-9016.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90161998000200011.

Avaliou-se a disponibilidade de fósforo para o arroz, em casa de vegetação, em um solo ácido e com deficiência de P. Utilizou-se 0,5 dm3 de solo, cinco fontes de fósforo (fosfato natural Alvorada-FNA, fosfato monoamônico-MAP, superfosfato simples-SFS, superfosfato triplo-SFT, e termofosfato magnesiano-TM), três doses (100, 200 e 300 mg P dm-3 de solo), uma testemunha e 10 plantas de arroz por vaso. Analisou-se o fósforo do solo por três extratores: Mehlich-1, Olsen e resina. Os fertilizantes aumentaram significativamente a produção de matéria seca em relação à da testemunha. A máxima produção foi alcançada com MAP e SFS na dose 200 mg P dm-3 de solo. A matéria seca, a porcentagem de P e o P absorvido foram correlacionados com os teores de fósforo extraídos do solo pelos três extratores, os quais apresentaram diferenças na extração de P. O extrator Olsen destacou-se dos outros (Mehlich-1 e resina), mostrando-se mais eficiente em predizer a disponibilidade de P para o arroz.

Keywords : adubação; fósforo; análise do solo; Oriza sativa; extratores .

        · abstract in English     · text in Portuguese