SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue2QUALIDADE DE SEMENTES DE MILHO (Zea mays L.) SOB CONDIÇÕES DE SECAGEM INTERMITENTEABSORÇÃO DE CÁDMIO E CRESCIMENTO DE FEIJOEIRO (Phaseolus vulgaris, L. cv carioca) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Scientia Agricola

Print version ISSN 0103-9016

Abstract

CAMARA, G.M.S.  and  GODOY, O.P.. DESEMPENHO VEGETATIVO E PRODUTIVO DE CULTIVARES DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) A PARTIR DE MANIVAS COM DIFERENTES DIÂMETROS. Sci. agric. [online]. 1998, vol.55, n.2, pp. 326-331. ISSN 0103-9016.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90161998000200024.

Realizou-se esta pesquisa com a finalidade de se estudar a viabilidade da utilização de manivas com três diferentes diâmetros relacionados a três diferentes posições nas plantas de origem, avaliando-se seus efeitos na emergência, desenvolvimento e produção de três cultivares de mandioca (Manihot esculenta Crantz). A pesquisa no campo foi realizada em dois anos, durante o período compreendido entre 23/09/1980 e 23/07/1981 e entre 01/09/1981 e 20/07/1982, em Piracicaba, SP. Ramas maduras e sadias foram obtidas de plantas com cerca de 12 meses de idade, pertencentes aos cultivares Mantiqueira, Jaçanã e Pirassununga. Destas ramas, foram preparadas manivas com comprimento de 20 cm e diâmetros de 2,6 ± 0,2 cm, 2,0 ± 0,2 cm e 1,4 ± 0,2 cm, representando, respectivamente, manivas retiradas das hastes principais, ramificações primárias e ramificações secundárias das plantas de origem. O delineamento experimental foi um fatorial 3 x 3 em blocos casualizados com nove tratamentos e cinco repetições. Foram determinados a velocidade e porcentagem de emergência, número de raízes tuberosas por planta, massa da raiz e o rendimento de raízes. De acordo com os resultados obtidos pode-se concluir: 1) O vigor da muda de mandioca, expresso através dos diversos diâmetros da maniva, manifesta-se significativamente no estádio de emergência da cultura; 2) Manivas com 2,0 ± 0,2 cm ou 2,6 ± 0,2 cm de diâmetros, retiradas respectivamente das ramificações primárias e hastes principais, devem ser preferidas para maior velocidade e porcentagem de emergência; 3) Menor número de raízes tuberosas produzidas por planta é compensado pela maior massa individual da raiz; 4) Para a produção de raízes por área, é indiferente a utilização de manivas com diâmetro de 2,6 ± 0,2 cm, 2,0 ± 0,2 cm e 1,4 ± 0,2 cm; 5) Os três cultivares utilizados no experimento são de alto rendimento em raízes, destacando-se o cultivar Mantiqueira.

Keywords : propagação vegetativa de mandioca; qualidade de maniva .

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese