SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 número4Caracterização de variedades venezuelanas de abacate com teor médio de óleoParasitóides de Phyllocnistis citrella em Jaguariúna, estado de São Paulo, Brasil, antes e depois da introdução de Ageniaspis citricola índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Scientia Agricola

versão On-line ISSN 1678-992X

Resumo

VERDIAL, Marcelo Fontanetti et al. Métodos de formação de mudas de maracujazeiro amarelo. Sci. agric. [online]. 2000, vol.57, n.4, pp.795-798. ISSN 1678-992X.  https://doi.org/10.1590/S0103-90162000000400032.

Grande parte do sucesso de uma cultura está em implantá-la com mudas de alta qualidade. O objetivo do estudo foi avaliar métodos de formação de mudas de maracujazeiro amarelo quanto à qualidade das muda formada. Os tratamentos utilizados foram: 1- Mudas formadas em sacolas plásticas, preenchidas com terra adubada e misturada com esterco de curral curtido, com fertirrigação uma vez por semana; 2- Mudas formadas em tubetes de plástico rígido, com substrato à base de casca de pinus e vermiculita, mantidos em bancada e recebendo fertirrigação uma vez por semana; 3- Idêntico ao tratamento 2, utilizando-se bandejas de poliestireno expandido; 4- Idêntico ao tratamento 3, sem fertirrigação, mas com uso de "floating" a cada dois dias; 5- Idêntico ao tratamento 4, com o uso de "floating" todo o período. O delineamento experimental foi completamente aleatorizado, com cinco tratamentos e quatro repetições. Na casa de vegetação, cada parcela foi composta por 64 plantas, sendo avaliadas semanalmente em oito plantas por parcela as seguintes variáveis: altura da planta; comprimento da raiz; matéria seca da parte aérea; matéria seca da parte radicular. O restante das mudas foi levado a campo para determinação da percentagem de pegamento e análise do desenvolvimento vegetativo inicial. Neste segundo estágio, cada parcela foi composta por cinco plantas. Sob casa de vegetação, o tratamento 5 apresentou os maiores valores para todas as variáveis, exceto para comprimento de raiz, onde houve superioridade do tratamento 1. Em campo, observou-se 100% de pegamento para todos os tratamentos, sendo que o tratamento 5 apresentou as maiores médias para altura de plantas.

Palavras-chave : 'floating'; maracujá; muda; condicionamento.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons