SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 número1Adubação NK no desenvolvimento e na concentração de macronutrientes no florescimento do feijoeiroCaracterísticas fisiológicas de porta-enxertos de videira em solução salina índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Scientia Agricola

versão impressa ISSN 0103-9016versão On-line ISSN 1678-992X

Resumo

FERREIRA, Alexandre Cunha de Barcellos; ARAUJO, Geraldo Antônio de Andrade; PEREIRA, Paulo Roberto Gomes  e  CARDOSO, Antônio Américo. Características agronômicas e nutricionais do milho adubado com nitrogênio, molibdênio e zinco. Sci. agric. [online]. 2001, vol.58, n.1, pp.131-138. ISSN 0103-9016.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162001000100020.

A adubação é um dos fatores que mais contribui para o aumento da produtividade do milho, podendo influenciar a qualidade dos grãos. Este trabalho foi conduzido num Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico, visando avaliar os efeitos da adubação com N, Mo e Zn sobre a produção e qualidade de grãos de milho, sob o aspecto protéico e teor de nutrientes minerais; avaliar a época mais adequada para amostragem e análise foliar de N nas formas de N orgânico, N-NO3- e N total (NO3- + N orgânico) e relacionar a composição mineral das folhas e dos grãos de milho. Utilizou-se um delineamento em blocos ao acaso com quatro repetições, em esquema fatorial com quatro doses de N (0, 70, 140 e 210 kg ha-1), duas doses de Mo (0 e 90 g ha-1) e duas de Zn (0 e 3 kg ha-1). As amostras de folhas foram retiradas aos 25, 45 e aos 63 dae (dias após emergência). No material vegetal obtido (folhas e grãos) foram determinados os teores de N orgânico, N-NO3-, N total, proteína, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Fe, Mn, e Zn. O número de espigas por planta, peso das espigas com palha, peso das espigas sem palha, peso de mil grãos e a produção de grãos aumentaram com o incremento nas doses de N, obtendo-se a máxima produção de grãos (8,58 t ha-1) na dose de 201,2 kg ha-1 de N. Os teores de proteína e nutrientes nos grãos aumentaram com as doses de N. A adubação com Mo elevou o teor de proteína e a com Zn aumentou o teor desse nutriente nos grãos. Os níveis críticos de N total foram 2,73 e 2,00 dag kg-1, aos 45 e 63 dae. A melhor característica para ser utilizada como índice de diagnose nutricional e de produção de grãos foi o teor de N orgânico aos 45 dae (antes do pendoamento), utilizando-se na análise química a última folha completamente aberta. A composição mineral dos grãos, em geral, apresentou alta correlação positiva com a composição mineral das folhas, aos 63 dae.

Palavras-chave : Zea mays; produção de grãos; teor de proteína; teor de minerais; adubação mineral.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons