SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.62 número4Fungos micorrízicos arbusculares e a ocorrência de flavonóides em raízes de mudas de maracujazeiro amareloOtimização da organogênese in vitro de maracujazeiro (Passiflora edulis f. flavicarpa) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Scientia Agricola

versão On-line ISSN 1678-992X

Resumo

PINTO, Ana Christina Rossini; RODRIGUES, Teresinha de Jesus Deléo; LEITE, Izabel Cristina  e  BARBOSA, José Carlos. Retardadores de crescimento no desenvolvimento e na qualidade ornamental de Zinnia elegans Jacq. 'Lilliput' envasada. Sci. agric. (Piracicaba, Braz.) [online]. 2005, vol.62, n.4, pp.337-345. ISSN 1678-992X.  https://doi.org/10.1590/S0103-90162005000400006.

As zínias têm grande potencial como plantas floríferas envasadas e representam rápida fonte de novidade para a floricultura com o auxílio de retardadores de crescimento. Avaliaram-se os efeitos de retardadores de crescimento no desenvolvimento e na produção de plantas envasadas de porte baixo, compactas e atrativas de 'Lilliput' Zinnia elegans, cultivar altamente ornamental, com sementes de baixo custo. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com dez tratamentos (controle e três concentrações de cada retardador: daminozide, paclobutrazol e chlormequat) e quatro repetições (dois vasos por unidade experimental, com uma planta por vaso de 0,6 L). Paclobutrazol (0,5; 0,75 e 1,0 mg i.a. por vaso) e chlormequat (1,0; 2,0 e 3,0 g L-1) foram aplicados ao substrato (40 mL por vaso), enquanto o daminozide (2,5; 3,75 e 5,0 g L-1) foi aplicado através de pulverização foliar (10 mL por vaso), no estádio de gema floral apical visível. Daminozide (2,5 e 3,75 g L-1), paclobutrazol (0,5; 0,75 e 1,0 mg i.a. por vaso) e 1,0 g L-1 de chlormequat reduziram significativamente a altura das plantas e o comprimento dos ramos laterais, sem afetar o diâmetro dos capítulos, atrasar o ciclo de produção e causar fitotoxicidade. Entretanto, as plantas não se apresentaram suficientemente baixas e compactas para atender às exigências de qualidade do mercado. Chlormequat (2,0 e 3,0 g L-1) causou fitotoxicidade e daminozide (5,0 g L-1) aumentou o ciclo de produção.

Palavras-chave : floricultura; daminozide; paclobutrazol; chlormequat; florescimento.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons