SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número5Estirpe do Bradyrhizobium e quantificação da fixação biológica de nitrogênio em soja utilizando a técnica da abundância natural de 15NAcidez do solo, calagem e comportamento da soja cultivada em plantio direto índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Scientia Agricola

versão impressa ISSN 0103-9016

Resumo

MIYAUCHI, Marina Yumi Horta et al. Interações entre bactérias diazotróficas e fungo micorrízico em genótipos de milho. Sci. agric. (Piracicaba, Braz.) [online]. 2008, vol.65, n.5, pp. 525-531. ISSN 0103-9016.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162008000500012.

Algumas bactérias diazotróficas podem fixar N biologicamente em gramíneas, as quais se associam a fungos micorrízicos, o que pode levar a um aumento principalmente da absorção de P. Dentre os fatores que afetam as interações planta-microrganismos, o genótipo da planta tem importante papel. Esse trabalho avalia o efeito de bactérias diazotróficas e de um fungo micorrízico arbuscular (FMA) em cinco genótipos de milho (Zea mays L.), em relação à biomassa das plantas, teores de N e P na parte aérea e parâmetros relacionados à morfologia das raízes finas. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 5 × 4 × 2, sendo cinco genótipos de milho (híbridos C333B, AS3466, PREMIUM e as linhagens lg40897-1 e lg40505-1), três bactérias diazotróficas (Azospirillum lipoferum, A. amazonense e Burkholderia sp.), mais um controle sem bactéria, co-inoculadas ou não com o FMA Glomus clarum. As plantas sem FMA e inoculadas com Azospirillum apresentaram os maiores teores de N. As linhagens lg40897-1 e lg40505-1 apresentaram maior concentração de P em relação aos híbridos, principalmente quando micorrizadas. Os maiores níveis de colonização micorrízica (90%) ocorreram nos genótipos C333B e lg40897-1 que, por sua vez, apresentaram maior diâmetro de raízes. O FMA aumentou a biomassa da parte aérea e das raízes, comprimento total e específico, superfície total e incidência de pêlos nas raízes em todos os genótipos. O fungo micorrízico também estimulou a colonização das raízes pelas bactérias diazotróficas. Já as bactérias não alteraram as características morfológicas das raízes e nem a colonização micorrízica.

Palavras-chave : Azospirillum; fixação biológica do nitrogênio; micorriza; morfologia de raízes finas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês