SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número5Estirpe do Bradyrhizobium e quantificação da fixação biológica de nitrogênio em soja utilizando a técnica da abundância natural de 15NAcidez do solo, calagem e comportamento da soja cultivada em plantio direto índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Scientia Agricola

versão impressa ISSN 0103-9016versão On-line ISSN 1678-992X

Resumo

MIYAUCHI, Marina Yumi Horta et al. Interações entre bactérias diazotróficas e fungo micorrízico em genótipos de milho. Sci. agric. (Piracicaba, Braz.) [online]. 2008, vol.65, n.5, pp.525-531. ISSN 0103-9016.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162008000500012.

Algumas bactérias diazotróficas podem fixar N biologicamente em gramíneas, as quais se associam a fungos micorrízicos, o que pode levar a um aumento principalmente da absorção de P. Dentre os fatores que afetam as interações planta-microrganismos, o genótipo da planta tem importante papel. Esse trabalho avalia o efeito de bactérias diazotróficas e de um fungo micorrízico arbuscular (FMA) em cinco genótipos de milho (Zea mays L.), em relação à biomassa das plantas, teores de N e P na parte aérea e parâmetros relacionados à morfologia das raízes finas. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 5 × 4 × 2, sendo cinco genótipos de milho (híbridos C333B, AS3466, PREMIUM e as linhagens lg40897-1 e lg40505-1), três bactérias diazotróficas (Azospirillum lipoferum, A. amazonense e Burkholderia sp.), mais um controle sem bactéria, co-inoculadas ou não com o FMA Glomus clarum. As plantas sem FMA e inoculadas com Azospirillum apresentaram os maiores teores de N. As linhagens lg40897-1 e lg40505-1 apresentaram maior concentração de P em relação aos híbridos, principalmente quando micorrizadas. Os maiores níveis de colonização micorrízica (90%) ocorreram nos genótipos C333B e lg40897-1 que, por sua vez, apresentaram maior diâmetro de raízes. O FMA aumentou a biomassa da parte aérea e das raízes, comprimento total e específico, superfície total e incidência de pêlos nas raízes em todos os genótipos. O fungo micorrízico também estimulou a colonização das raízes pelas bactérias diazotróficas. Já as bactérias não alteraram as características morfológicas das raízes e nem a colonização micorrízica.

Palavras-chave : Azospirillum; fixação biológica do nitrogênio; micorriza; morfologia de raízes finas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons