SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2Territory, sovereignty and second state crimes: the writing on the bodies of the assassinated women of Ciudad JuarezA history of social work: the birth and growth of the sanitary and social associative sector in France (1901-2001) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Estudos Feministas

Print version ISSN 0104-026X

Abstract

NATANSOHN, L. Graciela. O corpo feminino como objeto médico e "mediático". Rev. Estud. Fem. [online]. 2005, vol.13, n.2, pp. 287-304. ISSN 0104-026X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2005000200004.

É comum na televisão brasileira a presença de profissionais da saúde, na sua maioria ginecologistas, que respondem consultas do público. É o caso dos quadros semanais de dois programas diários que aqui analisamos: o Note e Anote (Rede Record), de alcance nacional, e o Conversa Franca (Band-Bahia), regional, os quais denominamos "tele-consultas médicas". Pretendemos discutir, através da análise desses produtos, como a menstruação - e as vicissitudes vinculadas a ela - é representada na mídia, vinculada à idéia de impureza, sujeira ou como patologia, e como essas estratégias representacionais operam sobre a criação de identidades de gênero e participam na conflitiva relação das mulheres com seu próprio corpo.

Keywords : televisão; gênero; corpo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese