SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número3La conciencia de la mestiza /towards a new consciousness: uma conversação inter-americana com Gloria Anzaldúa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Estudos Feministas

versão impressa ISSN 0104-026Xversão On-line ISSN 1806-9584

Resumo

AZEREDO, Sandra. Mestiçagem, igualdade e afirmação da diferença: pensando a política de cotas na universidade. Rev. Estud. Fem. [online]. 2005, vol.13, n.3, pp.738-755. ISSN 0104-026X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2005000300017.

Escrito num momento em que no Brasil a mestiçagem estava na ordem do dia, pela relação que se estabelecia entre ela e a questão das cotas nas universidades para pessoas pobres, negras e indígenas, contida no anteprojeto de reforma universitária proposto pelo Ministério da Educação, este ensaio se inspirou no trabalho de Gloria Anzaldúa no sentido de contribuir para o debate sobre a introdução de cotas, através da discussão da noção de mestiçagem, analisando a fundamentação do anteprojeto formulada pelo então ministro da Educação, Tarso Genro, e por Boaventura de Sousa Santos e quatro textos publicados na época com posições contrárias à introdução de cotas. Tomando como base o conceito de consciência mestiça de Anzaldúa, o ensaio termina por argumentar que a reforma pressupõe uma reestruturação profunda da universidade, que está em crise justamente por seu caráter excludente ao longo de sua história.

Palavras-chave : mestiçagem; igualdade; ação afirmativa; consciência mestiça.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons