SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue3Masculine discourses as control and tension devices in women's leadership and empowering configuration author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Estudos Feministas

Print version ISSN 0104-026X

Abstract

ZANELLO, Valeska. O amor (e a mulher): uma conversa (im)possível entre Clarice Lispector e Sartre. Rev. Estud. Fem. [online]. 2007, vol.15, n.3, pp. 531-539. ISSN 0104-026X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2007000300002.

Com o presente trabalho visamos fazer uma análise do conto "O amor", de Clarice Lispector, a partir das seguintes categorias apontadas por Sartre em O ser e o nada: olhar-ser olhado, instrumentalidade (funcionalidade) e amor. Partimos da experiência elaborada por Clarice em seu texto, na qual Ana, dona de casa atarefada e 'empenhada' em servir aos familiares ("pura funcionalidade"), se depara, numa de suas idas e vindas à cidade, com um cego mascando chicletes. Ora, um cego é um olho que não olha, é um olho sem função. É essa vivência que abre a Ana a dimensão do amor, num sentido muito específico (que aponta para as relações de gênero), e do qual a descrição fenomenológica de Sartre parece não dar conta.

Keywords : amor; mulher; Clarice Lispector; Sartre.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese