SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número2Liberalização e desenvolvimento financeiro: lições da experiência brasileira no período 1990-2006Inovação, cooperação e aprendizado no setor de software no Brasil: análise exploratória baseada no conceito de Arranjos Produtivos Locais (APLs) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Economia e Sociedade

versão impressa ISSN 0104-0618

Resumo

CATELA, Eva Yamila da Silva  e  PORCILE, Gabriel. Estrutura das exportações e crescimento econômico: uma análise empírica, 1985-2003. Econ. soc. [online]. 2010, vol.19, n.2, pp.291-313. ISSN 0104-0618.  https://doi.org/10.1590/S0104-06182010000200004.

O artigo discute empiricamente a ideia de que a estrutura das exportações seja determinante para o crescimento econômico. A influência da estrutura das exportações sobre a taxa de crescimento é abordada no contexto de um modelo com restrição externa. Para testar essa relação, as exportações foram divididas em dois grupos: a) dinâmicas sob uma perspectiva schumpeteriana (que incluem setores de alta tecnologia) e b) dinâmicas sob uma perspectiva keynesiana (que incluem setores para os quais o crescimento da demanda internacional é superior à média). A hipótese-chave é que, quando os países nos quais os setores com eficiências keynesiana e schumpeteriana têm maior peso nas exportações, esses atingem taxas mais elevadas de crescimento. Os resultados mostram que os dois tipos de eficiência têm um efeito positivo e significativo, sendo mais forte o impacto da eficiência schumpeteriana.

Palavras-chave : Eficiência schumpeteriana; Eficiência keynesiana; Lei de Thirlwall; Crescimento econômico; Exportações.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons