SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue1Rural settlements and income generation: restricted social status, socio-cultural resources and marketsKarl Polanyi and the "Great Debate" between the substantivists and formalists in economic anthropology author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Economia e Sociedade

Print version ISSN 0104-0618

Abstract

GANEM, Angela. O mercado como ordem social em Adam Smith, Walras e Hayek. Econ. soc. [online]. 2012, vol.21, n.1, pp. 143-164. ISSN 0104-0618.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-06182012000100006.

O objetivo do artigo é apresentar criticamente as teorias do mercado de Adam Smith, Leon Walras e F. A. Hayek, sublinhando o que se considera terem em comum, ou seja, a ideia de mercado como expressão da ordem social capitalista. Entende-se que esta concepção do mercado como ordem social aparece originariamente na história do pensamento econômico e na história das ideias através da solução de Adam Smith frente aos filósofos do contrato e avança, analiticamente, um século após, na tentativa de demonstração lógico-matemática da Teoria do Equilíbrio Geral em Walras para adquirir a souplesse teórica necessária a sua sobrevivência, no século XX, na teoria de Hayek, em que a história realizaria o autodesenvolvimento da ordem do mercado. O texto percorre as filiações filosóficas e as implicações metodológicas das teorias do mercado desses grandes autores, mostrando as formas diferenciadas que elas assumem: ordem natural para Smith, ordem racional para Walras e ordem espontânea para Hayek.

Keywords : Teorias do mercado; Ordem social; A. Smith, 1723-1790; L. Walras, 1834-1910; F. Hayek; 1899-1992.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese