SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número2Prática de enfermagem na condição crônica decorrente de hanseníaseCompreendendo as restrições dos técnicos de enfermagem sobre a permanência de acompanhantes em Unidade de Terapia Intensiva aberta índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Texto & Contexto - Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-0707versão On-line ISSN 1980-265X

Resumo

SILVA, Rosângela Marion da et al. Análise quantitativa da satisfação profissional dos enfermeiros que atuam no período noturno. Texto contexto - enferm. [online]. 2009, vol.18, n.2, pp.298-305. ISSN 0104-0707.  https://doi.org/10.1590/S0104-07072009000200013.

Estudo de campo, exploratório, descritivo, com abordagem quantitativa que objetivou caracterizar os enfermeiros que trabalham no período noturno de um Hospital Universitário do Estado do Rio Grande do Sul, bem como identificar o nível real de satisfação profissional em relação a seis componentes do trabalho: autonomia, interação, status profissional, requisitos do trabalho, normas organizacionais e remuneração. Na coleta dos dados foram utilizados um questionário para caracterização sociodemográfica e outro para o Índice de Satisfação Profissional. Os dados foram coletados no período de março a abril de 2008 e processados no programa estatístico Statistical Analisys System versão 9.1. Participaram 42 enfermeiros, majoritariamente do sexo feminino (90,48%), faixa etária maior que 41 anos de idade (64,28%), estado civil casado ou com companheiro (64,29%), com filhos (80,96%) e que escolheram trabalhar nesse turno (90,48%). A autonomia foi considerada o componente de maior nível real de satisfação profissional enquanto normas organizacionais o de menor nível.

Palavras-chave : Satisfação no emprego; Trabalho noturno; Enfermagem.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons