SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número2Análise quantitativa da satisfação profissional dos enfermeiros que atuam no período noturnoO trabalho cotidiano da enfermeira na saúde da família: utilização de ferramentas da gestão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Texto & Contexto - Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-0707versão On-line ISSN 1980-265X

Resumo

LUZ, Carla Ferreira da; MELNIK, Maria Gisleine; BERNARDINO, Elizabeth  e  OLIVEIRA, Edinaldo Silva de. Compreendendo as restrições dos técnicos de enfermagem sobre a permanência de acompanhantes em Unidade de Terapia Intensiva aberta. Texto contexto - enferm. [online]. 2009, vol.18, n.2, pp.306-312. ISSN 0104-0707.  https://doi.org/10.1590/S0104-07072009000200014.

A presente pesquisa teve como objetivo compreender as restrições dos técnicos de enfermagem sobre a permanência de acompanhantes em Unidade de Terapia Intensiva. Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo exploratória. Os sujeitos foram  11 técnicos de enfermagem de todos os turnos. A coleta de dados se deu em dois encontros no mês de março de 2008. Para a análise, foi utilizada a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Após análise foi possível apreender duas ancoragens: a Ancoragem I mostra que os acompanhantes representam uma sobrecarga para os técnicos e a Ancoragem II que os técnicos se sentem desprotegidos em relação aos familiares. Conclui-se que as razões que supostamente geram o conflito não é a relação com o acompanhante ou o desenvolvimento de técnicas sob observação, mas a pouca valorização profissional e a falta de suporte para executar as atividades diárias.

Palavras-chave : Unidades de terapia intensiva; Relações profissional-família; Equipe de enfermagem; Acompanhantes de pacientes.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons