SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue4Walking and diet during labor: perceptions from a group of postpartum womenNursing workload in a cardiac intensive care unit and associated clinical factors author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Texto & Contexto - Enfermagem

Print version ISSN 0104-0707

Abstract

MILBRATH, Viviane Marten; SIQUEIRA, Hedi Crecencia Heckler de; MOTTA, Maria da Graça Corso da  and  AMESTOY, Simone Coelho. Comunicação entre a equipe de saúde e a família da criança com asfixia perinatal grave. Texto contexto - enferm. [online]. 2011, vol.20, n.4, pp. 726-734. ISSN 0104-0707.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072011000400011.

Este estudo objetivou discutir o processo de comunicação entre equipe de saúde e família, a partir dos resultados da pesquisa intitulada "Cuidado da família à criança portadora de paralisia cerebral nos três primeiros anos de vida". O estudo, qualitativo e exploratório-descritivo, foi realizado no período de janeiro a março de 2008, na cidade de Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil, tendo como participantes seis famílias. Foram utilizadas entrevistas semiestruturadas para a coleta das informações, as quais foram analisadas segundo Análise Temática, produzindo três unidades temáticas: Muitos informantes e poucas informações; As informações fornecidas pela equipe de saúde versus a compreensão da família; e O "peso/poder" que as falas dos profissionais da saúde têm na vida das famílias. Os resultados mostraram uma série de ruídos no processo de comunicação entre a equipe de saúde e a família da criança que sofreu asfixia perinatal grave, prejudicando o processo dialógico do cuidado.

Keywords : Crianças com deficiência; Família; Comunicação; Asfixia neonatal; Enfermagem.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese