SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Clothing of health care professional as potential reservoirs of micro-organisms: an integrative reviewConvergent-care research: bibliometric study of dissertations and theses author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Texto & Contexto - Enfermagem

Print version ISSN 0104-0707

Abstract

LEROY, Lígia da Silva; LOPES, Maria Helena Baena de Moraes  and  SHIMO, Antonieta Keiko Kakuda. A incontinência urinária em mulheres e os aspectos raciais: uma revisão de literatura. Texto contexto - enferm. [online]. 2012, vol.21, n.3, pp. 692-701. ISSN 0104-0707.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072012000300026.

Revisão bibliográfica que objetivou identificar as associações entre a incontinência urinária feminina e os aspectos raciais. Utilizaram-se as bases de dados MEDLINE e LILACS para pesquisa dos artigos publicados nos anos de 2003 a 2010. Analisou-se 30 publicações que apontaram diversas relações entre incontinência e raça. A prevalência de incontinência foi maior entre brancas. A incontinência urinária de esforço foi mais frequente entre brancas e a de urgência, entre negras. Brancas e asiáticas apresentam perda urinária em menor quantidade comparado a negras e hispânicas. O impacto na qualidade de vida esteve mais relacionado à severidade da perda urinária e outros fatores, do que especificamente à questão racial. Brancas apresentaram melhor conhecimento sobre incontinência e se submeteram mais frequentemente a tratamento cirúrgico para incontinência urinária de esforço. Brancas e latinas apresentam maior risco de incontinência urinária que negras e asiáticas. Ressalta-se a necessidade de estudos brasileiros para que os dados possam ser adequados à nossa realidade.

Keywords : Incontinência urinária; Etnia e saúde; Saúde da mulher.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese