SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1Cuidado con la salud: travestis de Santa Maria, Rio Grande do Sul, BrasilAvaliação da cultura de segurança do paciente em terapia intensiva neonatal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Texto & Contexto - Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-0707

Resumo

LIMA, Deivson Wendell da Costa; VIEIRA, Alcivan Nunes  e  SILVEIRA, Lia Carneiro. A escuta terapêutica no cuidado clínico de enfermagem em saúde mental. Texto contexto - enferm. [online]. 2015, vol.24, n.1, pp.154-160. ISSN 0104-0707.  https://doi.org/10.1590/0104-07072015002450013.

Pesquisa que visou compreender a concepção da escuta terapêutica no cuidado clínico de enfermagem em saúde mental. Estudo de abordagem qualitativa, realizado com nove enfermeiros inseridos nos serviços de saúde mental. Os dados foram produzidos através de entrevistas semiestruturadas e analisados pela análise do discurso de Michel Pechêux. Identificou-se que a escuta está destituída do seu potencial terapêutico; é concebida como meio para se obter informações sobre o sujeito em sofrimento psíquico que, em síntese, correspondem aos sinais e sintomas objetificados no corpo. Em alguns momentos, essa prática é norteada pelo referencial psicossocial. A prática da escuta destoa dos princípios da Reforma Psiquiátrica, pois não possibilita a inserção do sujeito no processo de cuidar e desconsidera a sua fala enquanto expressão da sua existência-sofrimento. Apesar de conter elementos do referencial psicossocial, na prática, a escuta se limita a abordar o sofrimento psíquico sem reconhecer o sujeito que sofre.

Palavras-chave : Enfermagem; Saúde mental; Serviços de saúde mental.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )