SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número1DESVELANDO O SIGNIFICADO DA EXPERIÊNCIA VIVIDA PARA O SER-MULHER NA AMAMENTAÇÃO COM COMPLICAÇÕES PUERPERAISCUIDADOS PALIATIVOS AO IDOSO NA TERAPIA INTENSIVA: OLHAR DA EQUIPE DE ENFERMAGEM índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Texto & Contexto - Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-0707versão On-line ISSN 1980-265X

Resumo

FURTADO, Maria Cândida de Carvalho et al. AÇÕES E ARTICULAÇÕES DO ENFERMEIRO NO CUIDADO DA CRIANÇA NA ATENÇÃO BÁSICA. Texto contexto - enferm. [online]. 2018, vol.27, n.1, e0930016.  Epub 05-Mar-2018. ISSN 0104-0707.  http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072018000930016.

Objetivo:

compreender como se configura a assistência de enfermagem a crianças menores de cinco anos em Unidades de Saúde da Família, com foco na integralidade do cuidado.

Método:

pesquisa de abordagem qualitativa. Os dados foram coletados mediante entrevista semiestruturada com 26 enfermeiras, em um município paulista, entre junho de 2013 e janeiro de 2014, e submetidos a análise de conteúdo, modalidade temática.

Resultados:

construídas duas categorias. Na primeira, "A prática do cuidado da criança: contribuições da enfermagem", algumas ações foram elencadas para alcance do cuidado integral, e valorizou-se a compreensão da criança como sujeito singular no contexto familiar e comunitário. A categoria "Redes de apoio: tecendo ações e articulações para o acesso e a integralidade do cuidado da criança" revelou a consulta de enfermagem como instrumento de valor às enfermeiras, para as quais a disponibilidade de outros setores e serviços de saúde para atender a criança em suas necessidades viabiliza um cuidado integral. Ressaltou-se ainda a importância do acesso a ações que buscam melhorar a qualidade de vida das crianças e reduzir potenciais riscos para seu crescimento e desenvolvimento.

Conclusão:

como contribuição, tem-se que as ações das enfermeiras sinalizam caminhos para a integralidade do cuidado, corroborando políticas públicas atuais. Faz-se premente que tais ações sejam valorizadas e transmitidas a cenários de cuidado que ainda carecem de assistir a criança e sua família integralmente e, assim, cumprir compromissos apontados nas agendas destinadas a esta clientela.

Palavras-chave : Atenção primária à saúde; Integralidade em saúde; Cuidado da criança; Enfermagem pediátrica; Assistência integral à saúde.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )