SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número1CAMINHOS PERCORRIDOS POR CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM TUBERCULOSE NOS SERVIÇOS DE SAÚDEINDICADORES ANTROPOMÉTRICOS COMO PREDITORES DA SÍNDROME METABÓLICA EM ADOLESCENTES índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Texto & Contexto - Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-0707versão On-line ISSN 1980-265X

Resumo

AZEVEDO, Cissa et al. A PERCEPÇÃO DE HOMENS E COMPANHEIRAS ACERCA DA DISFUNÇÃO ERÉTIL PÓS-PROSTATECTOMIA RADICAL. Texto contexto - enferm. [online]. 2018, vol.27, n.1, e4870016.  Epub 22-Mar-2018. ISSN 0104-0707.  http://dx.doi.org/10.1590/0104-070720180004870016.

Objetivo:

analisar a percepção de pacientes prostatectomizados e de suas companheiras acerca dos desafios vivenciados após a cirurgia, relacionados à sexualidade do casal e aos efeitos da disfunção erétil.

Método:

estudo descritivo-exploratório, de abordagem qualitativa com coleta de dados a partir de um roteiro semiestruturado aplicado com nove casais. A análise dos dados ocorreu por meio do levantamento de unidades de sentidos e formação de categorias empíricas a partir do referencial da Teoria Social Cognitiva.

Resultados:

o tempo de realização da prostatectomia variou entre um ano e oito meses a três anos e dois meses. Dentre os homens, a média de idade foi de 65 anos e das mulheres 59 anos. O processo de análise dos dados permitiu a identificação de duas categorias empíricas e os resultados apontam que os desafios enfrentados pelos pacientes se referem à dificuldade de diálogo e ao distanciamento entre o casal e a consequente introspecção dos homens, a preocupação com o fator idade, o medo de abandono e a insegurança dos homens quanto ao uso de medidas terapêuticas para recuperação da capacidade de ereção. Entretanto, outros casais vivenciaram aspectos positivos baseados na compreensão e apoio psicológico, e até mesmo em mudanças na forma de pensarem e viverem após a cirurgia.

Conclusão:

a cirurgia de prostatectomia gera repercussões no cotidiano dos pacientes e de suas companheiras, sendo que a percepção do casal em relação às implicações da cirurgia é fator determinante no processo de recuperação e enfrentamento dos desafios advindos do tratamento.

Palavras-chave : Neoplasias da próstata; Disfunção erétil; Cônjuges; Adaptação psicológica; Enfermagem.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )