SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número3Situações vivenciadas pelos trabalhadores de enfermagem na assistência ao portador de tuberculose pulmonarExposição corporal do cliente no atendimento das necessidades básicas em UTI: incidentes críticos relatados por enfermeiras índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-1169

Resumo

SANTOS, Marcelo José dos  e  MASSAROLLO, Maria Cristina Komatsu Braga. Processo de doação de órgãos: percepção de familiares de doadores cadáveres. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2005, vol.13, n.3, pp. 382-387. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692005000300013.

Este estudo teve como objetivo desvelar a percepção de familiares de doadores cadáveres sobre o processo de doação de órgãos para transplante. Foi realizada uma pesquisa qualitativa, na vertente fenomenológica, segundo a modalidade "estrutura do fenômeno situado". As proposições que emergiram revelaram que, para os familiares de doadores cadáveres de órgãos, o processo de doação inicia-se com a internação do paciente e termina somente com o sepultamento do mesmo, sendo considerado burocrático, demorado, desgastante e cansativo. A situação vivenciada é sofrida e estressante, mas não há arrependimento quanto à doação dos órgãos, pois, embora a dor da perda não termine, a atitude da doação conforta e traz satisfação.

Palavras-chave : transplante de órgãos; família; percepção.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · pdf em Português