SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue4Liver transplantation: teaching strategies used with patients waiting for surgeryAccidents with potentially hazardous biological material among workers in hospital supporting services author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

Print version ISSN 0104-1169

Abstract

PEON, Andréa Ungaro  and  DICCINI, Solange. Dor pós-operatória em craniotomia. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2005, vol.13, n.4, pp. 489-495. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692005000400005.

No pós-operatório, 47 a 75% dos pacientes relatam algum grau de dor. O objetivo deste trabalho foi avaliar a dor no pré e pós-operatório de pacientes submetidos a craniotomia. Estudo prospectivo, realizado na unidade de neurocirurgia do Hospital São Paulo. Para avaliação quantitativa de dor, foi utilizada a escala numérica verbal, graduada de 0 a 10. Foram avaliados 40 pacientes, com idade mediana de 36 anos. No pré-operatório, 34 (85%) pacientes relataram cefaléia como a principal causa de dor. No pós-operatório, 37 (93%) pacientes queixaram-se de dor e 3 (7%) pacientes referiram ausência de dor. O pico da dor foi observado no 2º pós-operatório, quando 16 (40%) dos pacientes referiram dor intensa e 11 (28%) queixaram-se de dor moderada. Ausência de dor intensa ocorreu após 6º pós-operatório. Concluí-se que há necessidade de protocolos de analgesia em craniotomia, como treinamento para os enfermeiros para melhor avaliação e manejo da dor.

Keywords : dor; craniotomia; cuidados pós-operatórios; enfermagem.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese