SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue6Trends of knowledge production in health education in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

Print version ISSN 0104-1169

Abstract

DINIZ, Normélia Maria Freire; SANTOS, Maria de Fátima de Souza  and  LOPES, Regina Lúcia Mendonça. Representações sociais da família e violência. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2007, vol.15, n.6, pp. 1184-1189. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692007000600020.

A idéia de família remete a relações de proteção. Em geral, a família pensada e idealizada denota hegemonia. No Brasil, seria mais apropriado naturalizar a idéia de famílias, considerando a multiplicidade étnico-cultural. No entanto, é nesse refúgio que envolve as relações entre adultos, jovens e crianças, que a violência familiar ocorre, ganhando tal fenômeno relevância. Este artigo de revisão objetiva discutir a relação entre representações sociais de família e de violência no espaço das relações familiares a partir de estudos realizados com grupos sociais diversos. Tomou-se como base tese e dissertações da Universidade Federal de Pernambuco e da Universidade Federal da Bahia. A leitura integral dos estudos foi acompanhada por uma ficha de registro. Os resultados apontaram a família como valor moral que dificulta o rompimento das relações de violência. Os paradigmas existentes nas áreas sociais e de saúde não respondem a consideração de fenômeno da violência familiar.

Keywords : família; relações familiares; violência.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Spanish | Portuguese     · pdf in English | Spanish | Portuguese