SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue6Severity of trauma victims admitted in intensive care units: comparative study among different indexesThe nurses of the Brazilian expeditionary force and the dissemination of their return home author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

Print version ISSN 0104-1169

Abstract

FABRICIO-WEHBE, Suzele Cristina Coelho et al. Adaptação cultural e validade da Edmonton Frail Scale - EFS em uma amostra de idosos brasileiros. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2009, vol.17, n.6, pp. 1043-1049. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692009000600018.

O objetivo deste estudo foi avaliar a adaptação cultural da Edmonton Frail Scale (EFS) e sua validade em uma amostra de idosos brasileiros. Foram realizadas as etapas de tradução e retrotradução, discussão com profissionais e idosos para equivalência conceitual, validação semântica e pré-teste da escala. O instrumento foi aplicado em 137 idosos, com 65 anos ou mais de idade, que viviam na comunidade. Na validação de grupos conhecidos, do diagnóstico de fragilidade entre sexo, idade e déficit cognitivo, idosos com idade mais avançada, sexo feminino e com déficit cognitivo tiveram maior pontuação no diagnóstico de fragilidade. Houve correlação convergente negativa da EFS com a Medida de Independência Funcional (MIF) (-0,53, p<0,01) e o escore bruto do Mini-Exame do Estado Mental (MEEM) (-0,60, p<0,01). O teste do relógio apresentou alta sensibilidade e baixa especificidade. A versão para língua portuguesa da EFS foi considerada válida na amostra estudada.

Keywords : idoso fragilizado; pesquisa metodológica em enfermagem; comparação transcultural; estudos de validação.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Spanish | Portuguese     · pdf in English | Spanish | Portuguese