SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número2Relação entre a qualidade de vida de mães de crianças com paralisia cerebral e a função motora dos filhos, após dez meses de reabilitaçãoProdução de subjetividade e sexualidade em mulheres vivendo com o HIV/Aids: uma produção sociopoética índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-1169

Resumo

BOUSSO, Regina Szylit; SERAFIM, Taís de Souza  e  MISKO, Maira Deguer. Histórias de vida de familiares de crianças com doenças graves: relação entre religião, doença e morte. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2010, vol.18, n.2, pp. 156-162. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692010000200003.

Trata-se de pesquisa qualitativa com o objetivo de conhecer a relação entre as experiências de famílias de crianças que vivenciaram uma doença grave com a sua religião, doença e suas histórias de vida. O referencial metodológico usado foi a História Oral. Participaram deste estudo nove famílias de seis diferentes religiões, as quais já vivenciaram a experiência de ter uma criança gravemente doente. As entrevistas, realizadas com um ou dois membros da família da criança, foram transcritas, textualizadas e, a partir de sua análise, elaborado o Tom Vital que representa a síntese moral da narrativa. Três dimensões da religiosidade/espiritualidade foram relacionadas à doença e morte em suas histórias de vida: Ser Superior com Poder de Cura; Desenvolvimento e Manutenção de uma Conexão com Deus e a Fé Encorajando o Otimismo. As narrativas evidenciaram a busca da família por atribuir significados às experiências vivenciadas, a partir de suas crenças religiosas.

Palavras-chave : Morte; Religião; Criança.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês | Espanhol     · pdf em Português | Inglês | Espanhol