SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue2Distances walked in the six-minute walk test: suggestion of defining characteristic for the nursing diagnosis Ineffective Peripheral Tissue PerfusionCharacteristics of violence against children in a Brazilian Capital author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

Print version ISSN 0104-1169

Abstract

VIRTUOSO JUNIOR, Jair Sindra et al. Atividade física como indicador preditivo para incapacidade funcional em pessoas idosas. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2012, vol.20, n.2, pp. 259-265. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692012000200007.

Para analisar o tempo despendido em atividades físicas, nos sexos feminino e masculino, como preditor da ausência da incapacidade funcional em idosos, procedeu-se ao estudo transversal com 624 indivíduos. Foram construídas curvas Receiver Operating Characteristic (ROC) e comparadas às áreas de atividade física, por sexo e à ausência da incapacidade funcional. Identificaram-se pontos de corte de atividade física (minutos/semana) para predizer a ausência de incapacidade funcional (IC 95%). Encontrou-se maior área sob a curva ROC para o tempo despendido em atividades físicas no sexo feminino. Observou-se que 280 minutos/semana (mulheres) ou 410 minutos/semana (homens) foram os melhores pontos de corte para predizer a ausência de incapacidade funcional. O tempo despendido em práticas de atividades físicas pode servir como importante indicador para seleção de grupos prioritários, visando determinadas intervenções.

Keywords : Pessoas com Deficiência; Enfermagem Geriátrica; Idoso.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Spanish | Portuguese     · pdf in English | Spanish | Portuguese