SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número1Hipertensão em adolescentes identificada com o manguito correto e seus problemas cardiovasculares e gestacionais após 29 anosMorbidade hospitalar em município de médio porte: diferenciais entre homens e mulheres índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Latino-Americana de Enfermagem

versão On-line ISSN 1518-8345

Resumo

BOAS, Lilian Cristiane Gomes-Villas; LIMA, Maria Luisa Soares Almeida Pedroso de  e  PACE, Ana Emilia. Adesão ao tratamento do diabetes mellitus: validação de instrumentos para antidiabéticos orais e insulina. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2014, vol.22, n.1, pp.11-18. ISSN 1518-8345.  http://dx.doi.org/10.1590/0104-1169.3155.2386.

OBJETIVOS:

verificar a validade de face, de critério e a confiabilidade de duas formas distintas de apresentação do instrumento Medida de Adesão aos Tratamentos, sendo uma para avaliar a adesão ao uso de antidiabéticos orais (Medida de Adesão aos Tratamentos - antidiabéticos orais) e a outra para a adesão ao uso de insulina (Medida de Adesão aos Tratamentos - insulina), bem como avaliar diferenças na adesão entre essas duas modalidades de terapêutica medicamentosa.

MÉTODO:

estudo metodológico realizado entre 90 adultos com diabetes mellitus tipo 2. A validade de critério foi verificada por meio das curvas de Características de Operação do Receptor; e, para a confiabilidade, calcularam-se o coeficiente alfa de Cronbach, a correlação item-total e o coeficiente de correlação de Pearson.

RESULTADOS:

a medida de adesão aos tratamentos - adesão ao uso de antidiabéticos orais apresentou sensibilidade de 0,84, especificidade de 0,35 e coeficiente alfa de Cronbach de 0,84. Para a medida de adesão aos tratamentos - insulina, os valores encontrados foram, respectivamente, 0,60, 0,21 e 0,68. Encontrou-se diferença estatisticamente significante entre os escores finais das duas formas do instrumento, indicando maior adesão ao uso da insulina do que aos antidiabéticos orais.

CONCLUSÃO:

conclui-se que as duas formas do instrumento medida de adesão aos tratamentos são confiáveis e devem ser utilizadas para avaliar a adesão ao tratamento medicamentoso das pessoas com diabetes mellitus.

Palavras-chave : Cuidados de Enfermagem; Diabetes Mellitus; Cooperação do Paciente; Estudos de Validação.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês | Espanhol     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf ) | Espanhol ( pdf )