SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 suppl.1Construction of collegiate management: the managing experience of a Municipal Health Department through the eyes of an involved political actorSocial actors and participatory mechanisms in hospitals: the case of Grupo Hospitalar Conceição-RS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Saúde e Sociedade

Print version ISSN 0104-1290

Abstract

DANTAS, Vera Lúcia de Azevedo et al. Cirandas da vida: dialogismo e arte na gestão em saúde. Saude soc. [online]. 2012, vol.21, suppl.1, pp. 46-58. ISSN 0104-1290.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902012000500004.

Este estudo tem como objeto as ações das Cirandas da Vida, em seu dialogismo entre o princípio da comunidade e a esfera institucional na formulação e implementação de políticas de saúde e tenta apreender como a perspectiva popular se expressa com arte na gestão em saúde. Busca capturar como as comunidades exprimem sua história de luta, mediante as linguagens da arte como fertilizadora do princípio de comunidade; analisar como os atores populares se inserem na formulação e implementação dessas políticas; compreender como os diferentes grupos geracionais expressam suas leituras da realidade, no dialogismo vivido na gestão em saúde e analisar como as linguagens da arte contribuem para a construção de atos limite como estratégias de superação das situações-limite apontadas nas rodas das Cirandas. Trabalhamos com a pesquisa ação, constituindo uma comunidade ampliada de pesquisa que procedeu à análise coletiva da experiência. A violência aponta como uma das situações limite, revelando o seu impacto na juventude em situação de conflito com a lei e as linguagens da artes surgem como potências, espaços de expressão, problematização e transgressão da realidade e do envolvimento desses jovens na construção de políticas. Revela ainda o enfoque de gênero e as estratégias de sócio-economia-solidária, bem como práticas de cuidado como atos-limite. O acesso aos serviços de saúde, outra situação limite apontada, revelou a necessidade de fortalecer a humanização da atenção. A arte e as práticas populares de cuidado surgem como potências dos atores populares que ocuparam rodas de gestão, incluindo seus saberes no cotidiano: o inédito viável.

Keywords : Dialogicidade; Gestão; Educação popular; Arte; Saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese