SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue4Labor relations of physiotherapists in the city of Salvador, Bahia, BrazilReflections by family farmers on the dynamics of providing their products for school food: the case of Araripe, Ceará, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Saúde e Sociedade

Print version ISSN 0104-1290

Abstract

LUZ, Verônica Gronau; ZANGIROLANI, Lia Thieme Oikawa; VILELA, Rodolfo Andrade de Gouveia  and  CORREA FILHO, Heleno Rodrigues. Consumo alimentar e condições de trabalho no corte manual de cana de açúcar no estado de São Paulo1. Saude soc. [online]. 2014, vol.23, n.4, pp.1316-1328. ISSN 0104-1290.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902014000400016.

Objetivo

Descrever as condições de trabalho e aspectos relacionados à alimentação do trabalhador no corte manual de cana para contribuir para desenvolver políticas públicas de vigilância e atenção integral em Saúde do Trabalhador.

Métodos

Foram utilizados a observação direta do trabalho no campo em colheita no estado de São Paulo e aplicado questionário semi-estruturado a um grupo de 40 cortadores manuais de cana migrantes procedentes do estado do Ceará, durante 15 dias da safra 2007/2008. Aspectos sócio-demográficos, consumo de água, reposição eletrolítica, alimentação e aspectos culturais, pausas, dores e a jornada de trabalho foram registrados.

Resultados

Os trabalhadores ingerem de 5 a 10 litros de água/dia e a diluição dos repositores eletrolíticos foi inferior à adequada. A alimentação durante a safra não garantia a segurança alimentar e nutricional. A alimentação foi monótona, conservada e consumida em temperatura inadequada, e incompatível com os hábitos culturais, gerando desperdício e redução do consumo alimentar. Os trabalhadores relataram dores e câimbras no decorrer da jornada. As pausas para descanso foram insuficientes. O pagamento pela quantidade de produção, o processo de trabalho e as práticas de pagamento foram considerados determinantes da situação de precariedade ampla a que estes trabalhadores estavam submetidos. O trabalho no corte manual de cana é extenuante e o pagamento por produção pode ser um agravante para a saúde, pois implica na redução das pausas para descanso. A alimentação e hidratação corretas poderiam minimizar o desgaste e as dores durante o trabalho.

Keywords : Condições de Trabalho; Safras; Trabalhadores Rurais; Consumo de Alimentos; Hidratação; Saúde do Trabalhador.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )