SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número3Determinantes sociais da saúde no processo de trabalho da pesca artesanal na Baía de Sepetiba, estado do Rio de JaneiroO corpo-doente, o hospital e a psicanálise: desdobramentos contemporâneos? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Saúde e Sociedade

versão impressa ISSN 0104-1290
versão On-line ISSN 1984-0470

Resumo

ESPOSTI, Carolina Dutra Degli; OLIVEIRA, Adauto Emmerich; SANTOS NETO, Edson Theodoro dos  e  TRAVASSOS, Claudia. Representações sociais sobre o acesso e o cuidado pré-natal no Sistema Único de Saúde da Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito Santo. Saude soc. [online]. 2015, vol.24, n.3, pp.765-779. ISSN 0104-1290.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902015127606.

As representações sociais das puérperas sobre o acesso ao cuidado pré-natal destacam aspectos relacionados às barreiras de acesso e às formas de sua superação. O objetivo deste trabalho foi analisar o acesso ao cuidado pré-natal a partir das representações sociais de usuárias do Sistema Único de Saúde. A partir de 1.035 puérperas, selecionaram-se 24 puérperas da Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito Santo: um grupo de 14 puérperas que realizou mais de seis consultas de pré-natal e um grupo de 10 puérperas que realizou nenhuma ou até três consultas. Entrevistas individuais abordaram qualitativamente questões sobre o acesso aos serviços de saúde, segundo as dimensões disponibilidade, capacidade de pagar e aceitabilidade. A análise de conteúdo temática revelou situações de acesso satisfatório, mas também a existência de barreiras de acesso geográfico, organizacionais, indisponibilidade de recursos materiais e humanos, custos diretos e indiretos para a obtenção do cuidado e expectativas não atendidas sobre os procedimentos e os aspectos mais subjetivos, resultados semelhantes nos dois grupos estudados. As diferenças na capacidade de enfrentamento desses obstáculos foram determinantes para o acesso adequado ao cuidado pré-natal. Considera-se que incluir as representações sociais das gestantes na avaliação do cuidado pré-natal facilita a adoção de medidas que assegurem a melhoria do acesso.

Palavras-chave : Cuidado Pré-natal; Acesso aos Serviços de Saúde; Representações Sociais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )