SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número2Studies on Anionic Surfactant Structure in the Aggregation with (Hydroxypropyl)celluloseEncapsulamento do Dióxido de Titânio (TiO2) pela Técnica de Polimerização em Emulsão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Polímeros

versão impressa ISSN 0104-1428versão On-line ISSN 1678-5169

Resumo

OGAWA, Claudia A.  e  PLEPIS, Ana Maria G.. Liberação In Vitro de Cloridrato de Ciprofloxacina em Compósitos Hidroxiapatita: Colágeno. Polímeros [online]. 2002, vol.12, n.2, pp.115-122. ISSN 1678-5169.  https://doi.org/10.1590/S0104-14282002000200011.

Compósitos hidroxiapatita:colágeno (HA:col) foram preparados em diferentes proporções para determinar qual a melhor proporção para a incorporação de cloridrato de ciprofloxacina. Foi utilizado colágeno submetido a tratamento alcalino (24 e 48h) e a melhor proporção HA:col obtida foi de 10:1 (m/m), utilizada para incorporação e liberação de ciprofloxacina. Os experimentos de liberação in vitro foram realizados em tampão fosfato salino (PBS), pH 7,4, a 37ºC, mostrando uma liberação máxima em torno de 90% para HA:col 24h e 75% para HA:col 48h, após 10h de imersão. A liberação de ciprofloxacina dos compósitos é controlada pelos poros da matriz, pois segue o modelo de Higuchi. Os resultados indicam que os diferentes tempos de tratamento alcalino no colágeno afetam a liberação de antibiótico. Uma diferença na quantidade de cargas negativas nos colágenos de 24 e 48h provocaria uma diferente interação entre o compósito e o antibiótico.

Palavras-chave : Hidroxiapatita; colágeno; liberação controlada; ciprofloxacina.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons